Construções Verdes Edificam Escolas Sem Prejudicar O Meio Ambiente

Matéria publicada no portal de notícias Segs:www.segs.com.br

A Construção Civil Modular, praticada por empresas como a Polibox, minimiza o impacto ambiental e tem o selo de construção verde.

Ao se pensar em uma obra, logo vem à cabeça a massa de cimento, o concreto, areia e pedra nas calçadas, entre outros materiais, e com eles, a sujeira e tudo o que vai para o meio ambiente. Entretanto, nem sempre precisa ser assim. A Construção Civil Modular é uma alternativa que vai ao encontro da solução destes problemas e garante os mesmos resultados e qualidade da construção civil tradicional, porém, com maior rapidez na entrega da edificação e cuidado com o meio ambiente.

“A fabricação das peças é feita de forma ecologicamente correta, pois utiliza materiais recicláveis ou provenientes de áreas de reflorestamento, além de aplicarmos tecnologias ambientalmente amigáveis”, conta Luís Sciena, gerente comercial da Polibox (www.polibox.ind.br), empresa que atua no segmento voltado para edificações educacionais há 10 anos.

Água e energia são utilizadas de forma racional, aliadas à eficiente gestão dos poucos resíduos do processo: Pode ser classificada como “construção seca”, pois não utiliza água no canteiro de obras (ou quantidade insignificante de água). Por gerar baixíssimo impacto ambiental, as edificações são classificadas como Construções Verdes.

Nesta modalidade, o impacto de fim de obra também é menor, pois minimiza os trabalhos e custos com limpeza; no canteiro de obras realiza-se principalmente a montagem e acabamentos finais, com baixíssima produção de resíduos (entulho). Para exemplificar, ao final de uma edificação de 1000 m² há a produção de somente uma caçamba de lixo, em sua maioria reciclável (madeira).

Foi uma maneira prática e eficaz e unir engenharia e arquitetura, com profissionais qualificados, em trabalhos que passam por constantes aprimoramentos. Eles assinam as edificações e o todo o processo fabril para que tudo esteja dentro dos padrões de segurança e qualidade visual almejados.

A Construção civil modular tem sido amplamente utilizada para suprir o déficit educacional de várias cidades, principalmente do sul do Brasil, em cidades como Londrina, Jataizinho, Camburiú, pois viabiliza a construção ou ampliação de escolas em prazos, muitos vezes, inferiores a 30 dias. Além da causa ambiental, rapidez e qualidade são alguns dos diferenciais.

O que é Construção Civil Modular?
A construção civil modular apresenta uma solução viável técnica e financeira para expansão de espaços físicos e novas construções em um curto espaço de tempo. Ela tem sido amplamente utilizada como alternativa imediata para suprir demandas por salas de aulas em vários municípios.

Trata-se um setor originário da construção civil no qual se levou para dentro da indústria o processo construtivo. Assim, ganhou-se em velocidade de construção e controle de qualidade.

No local da obra, realiza-se apenas a montagem da edificação e, de acordo com a necessidade, os prédios podem ser removidos para outros lugares e utilizados normalmente. Isso agrega mobilidade ao processo.

Esta modalidade consegue administrar variáveis que impactam positivamente em custos, segurança e prazos que a construção civil tradicional está exposta. Condições climáticas, problemas com mão de obra local e materiais já não são motivos de atrasos.

Sobre a Polibox

A Polibox é uma empresa especializada em construção civil modular para o setor de Educação, que atua no segmento há mais de 10 anos. Atualmente, a empresa presta serviços em todo o Brasil, atendendo as principais instituições públicas e privadas.

Construção ou ampliação de escolas de ensino infantil, fundamental, superior, cursos técnicos e de ensino a distância estão entre as atividades desenvolvidas pela empresa, que se destaca por sua tecnologia de ponta e diferenciais em logística.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *